Meio Envolvente

Torre de Moncorvo situa-se no Norte de Portugal, no Sul do Nordeste Transmontano, perto da fronteira com Espanha, na confluência dos rios Sabor e Douro.

Os rios Sabor e Douro são uma marca na paisagem deste concelho, ainda assim não menos importante são o Vale da Vilariça e a Serra do Reboredo.

O Vale de Vilariça ter-se-á formado a partir de um lago interior que foi enchendo ao longo de vários séculos com detritos arrastados pelas correntes. Todos os Invernos é alagado pelas águas, um fenómeno em muitos aspectos semelhante às cheias do Egipto, mas com as suas proporções. Esta região é referida entre os geógrafos da região como o "Vale do Nilo Português".

O maior jazigo de ferro da Europa está na Serra do Reboredo, que está revestida por um manto vegetal de espécies variadas e manchas de pinheiros, medronheiros, cedros, castanheiros, sobreiros e carvalhos. O retalho de carvalhal primitivo é referido como a maior mancha de carvalhos brancos da Europa. Orquídeas bravas podem também ser encontradas neste manto florestal. A Serra do Reboredo é também um grande reservatório de água com muitas nascentes espalhadas pelo concelho.

Nas margens dos rios Sabor e Douro existe outro tipo de paisagem, a íngreme e acidentada paisagem do "belo-horrível", apenas acessível aqueles que se atrevam a aventurar através de penedos ciclópicos e vegetação rasteira. É o mundo mais natural e selvagem que existe no país. É também o paraíso de certas espécies animais e vegetais em vias de extinção, tais como : a lontra e o lobo, o falcão e o açor, o corço e o gato selvagem, a cobra bastarda e a águia pesqueira.